jan 06 2014

Wayuu Bags: as bolsas do Verão!

Categoria: Moda, Palpites | 06.janeiro.2014 | 13 Comentários

Hellooooo galeraaaaa….estamos de volta!!! Uhuuulll…sentiram a nossa falta? 😆 Nós estávamos morrendooo de saudade de palpitar para vocês, aliás FELIZ ANO NOVO!!! kkkkkkk Aii aii…mas devemos confessar que esses diazinhos de folga nos fizeram tãooo bem…só agora percebemos como nós realmente estávamos precisando de férias e como é importante descansar a cuca e corpitcho para começar o ano “zero bala”! As nossas férias foram mara, relaxamos bastante, curtimos a família e os amigos, portanto agora estamos prontinhas para encarar 2014 com força total. Prepara porque este ano o Palpite de Luxo vem com tuuudo, recheado de novidades e projetos que temos certeza que vocês irão adorar!!!

E apesar das nossas férias terem sido curtinhas e já estarmos de volta ao batidão, não podemos nos esquecer que o Brasil todo está pegando fogo com o Verão! Eiiita que tá quente neh? Coisa boa, pelo menos nós – particularmente – amamos!!! Quer algo melhor do que vestir roupas leves e coloridas? É a alegria tomando formas pelas ruas!!! Por isso hoje, para iniciarmos oficialmente os posts de 2014, resolvemos falar sobre duas coisas que a mulherada pira: MODA e BOLSAS! Com certeza vocês já ouviram falar (e não foi pouco!) nas Wayuu Bags. Famosas por serem vendidas nas praias da Europa, entre St. Tropez, Ibiza e Mykonos, são modelos feitos à mão em 100% algodão, super despojados e coloridos. Que as bolsas Wayuu viraram febre pelas ruas do mundo, todo mundo já sabe. Mas a “vibe” praia/verão/sol/calor/cores/alegria é tão grande, que precisamos falar sobre isso também aqui no blog. Essa moda já pegou, virou hit e promete permanecer o ano todo em alta, inclusive no inverno!!!

Nós estamos enlouquecidaaasss, querendo uma (ops…várias!) URGENTE!!!

moda wayuupalpite de luxo

Não são lindas??? Super fashion e descoladas, amamos!!!

O mais bacana é que por trás dessas bolsas fofas há uma linda história…

Tudo começou com a Wayuu Taya Foundation, organização criada pela modelo e atriz Patricia Velasquez, para melhorar a qualidade de vida dos Wayuu, um grupo indígena da Colômbia e Venezuela. As bolsas super estampadas e coloridas, conhecidas como “susu“, contam com um trabalho manual realizado pelas mulheres de La Guajira, em Shukumajaya, região localizada ao norte da Colômbia e noroeste da Venezuela. A arte de tecer os sacos é transmitida das mulheres mais velhas para as mulheres jovens Wayuu, como um rito de passagem chamado “The Whitening”.

Lá em Guajira custam em média 45 dólares (podem ser bem mais baratas ou mais caras, dependendo do modelo), mas chegando aos EUA e à Europa acabam sendo vendidas muitas vezes por mais de 300 dólares. O bom é que ao adquirir uma susu ORIGINAL, você ajuda a preservar a cultura Wayuu e também a melhorar a qualidade de vida dessa tribo colombiana! É lógico que tal sucesso já chamou a atenção de marcas do mundo inteiro, que não perderam tempo e já estão fazendo suas próprias versões. Legal por facilitar o acesso, mas triste por não ajudar em nada os indígenas que cultivaram e repassaram essa técnica por uma infinidade de anos!

história bolsa colombianahistória wayuubolsa colombianabolsas wayuu

O legal dessas  bolsas é que elas agregam um ar descolado e espírito jovem a qualquer look. Claro que na vertente boho as bolsas Wayuu caem como luva, mas é interessante também imaginar combinações inusitadas. Elas podem dar uma cara totalmente renovada a um look todo preto, por exemplo (assim como apimentar um look todo branco). Incrível como algo tão colorido e chamativo pode ser tão versátil e fácil de se usar!

Vejam algumas inspirações…

dicas de modacomo se vestirblogs de modaroupas da modacomo ser fashionmoda praiablog de modablog de moda brasilmoda de ruablog de modabolsa da modamoda verão 2014tendência de moda 2014dicas de estilodica de estilo

A moda das Wayuu Bags permanecerá no Inverno…

moda inverno 2014moda inverno 2014tendência inverno 2014inverno 2014

E ae meninas, o que acharam? Vale a pena o investimento?

Além de ser uma peça original e super fashion, tem uma história bonita por trás!

A-MA-MOS!!!

Para quem tiver interesse, segue o site da marca: www.wayuumochilabags.com

Bjokas,

Carrmen e Raquel



Comentários (13)

  1. Dani disse:

    Lindas demais as bolsas pena que por enquanto o investimento não cabe no meu bolso 🙁 . Vou compor meu look com as pulseirinhas então: http://www.nineteenacessorios.com/pulseiras/macrame/ :)))

  2. livia disse:

    É impressionante como o que é dito ser moda num momento sempre vai e volta! Essas pulseiras me lembram minha época de escola, há muito tempo foram moda!

  3. Pá. disse:

    Comprei a minha da própria Wayuu Taya Foundation, ela é em cores neutros, mais mostarda, preta e crú, e tenho certeza que vou usar muito o ano todo!
    Beijos, Pá.
    @papalombo
    http://www.fashionandotherthings.com

  4. Danielle Pesci disse:

    Nao conhecia o site de voces e fiquei maravilhada!!!! Minha irma tem paixao por este estilo….Gostaria de saber como faco para entrar em contato com voces para saber de precos e de onde fica a representacao de vcs.

    Obrigada, bjs.

  5. vanessa lopes de freitas disse:

    gostaria de cimprar bolsa .como fazo para fazer um contato ..tel …site direto com vcs de compra grata .

  6. Amanda disse:

    Adorei o post! Essas bolsas são lindas demais!

  7. marlene disse:

    BOLSAS LINDAS DEMAIS !!!!!!

  8. ELIANE disse:

    Quanta beleza! esse look das bolsas caem muito bem mesmo, adorei o jogo das cores com as bijus também. Lindo , alegre . ADOREI

  9. Michelle Bomfim disse:

    Lindas!

  10. Katia Regina do Amaral disse:

    Como adquirir estas bolsas? Gente são maravilhosas !!!!!

  11. maria ju disse:

    fico feliz de poder encontrar dicas maravilhosas

  12. maria do carmo disse:

    muito bonita estas bolsas, como faço para compra-la, estou montando uma pequena lojinha de praia

  13. ana disse:

    como essas bolsas estão lindasss !!!! como faço para comprar..espero a resposta


Deixe um comentário

Campos com (*) são de caráter obrigatórios


Voltar ao topo