out 16 2013

Tour pela Veuve Clicquot, em Reims!

Categoria: Onde Ir, Palpites | 16.outubro.2013 | 7 Comentários

É tanta saudade da nossa viagem a Paris, que há dias estamos adiando escrever este post para não despertar a nostalgia! 😥 Vocês entendem, neh? Hahahaha! Mas esta dica é imperdível e não poderíamos deixar de compartilhar com os nossos leitores, afinal é uma sugestão de passeio totalmente diferente, que foge do tradicional roteiro turístico de quem vai para a capital francesa. Bom, na verdade o nosso palpite não é sobre Paris e sim sobre uma cidadezinha muiiito importante que fica lá perto: REIMS (diga: “Rãs), a terra do CHAMPAGNE!!! Hummm…já dá pra imaginar que delícia é este passeio? O Champagne é a bebida da celebração por natureza…em natais, réveillons, casamentos, formaturas, enfim, em qualquer ocasião importante lá está o delicioso vinho. E se é muito bom poder degustá-lo, conhecer a região de onde ele veio e visitar os lugares onde foi criado é, sem dúvidas, uma viagem inesquecível!

Ainda estávamos no Brasil, planejando a nossa viagem para a França, quando resolvemos pesquisar sobre como poderíamos fazer um tour pela sede da VEUVE CLICQUOT, lá em Reims. Navegando na internet logo descobrimos o e-mail para contato, enviamos uma mensagem peguntando sobre a possibilidade da visita e rapidamente obtivemos uma resposta com os horários, preços e os tipos de passeios. Desde o início a equipe da VEUVE CLICQUOT foi muiiito atenciosa com a gente! E adivinhem a surpresa? Nós ganhamooosss o passeio, um tour maravilhoso guiado pelas caves da VEUVE CLICQUOT com direto à degustação de queijos e champagnes! O marketing da empresa visitou a página do Palpite de Luxo, se encantou com o blog e resolveu nos presentear. Não é d+++? Economizamos uns 140,00 euros cada uma, que seriam gastos com o tour!!! A-MA-MOS!!!

Palpite de Luxo

Enfim pessoal, com o passeio já agendado e tudo programado, foi só pegar o trem para Reims. A região de Champagne fica no Nordeste da França, há 144 km de Paris. A viagem de TGV (trem) é rápida, dura +- 50 minutos, e as passagens podem ser compradas na hora, na Gare de l’Est em Paris. Simples assim…em questão de minutos você está em Reims, uma cidade com mais de dois mil anos de história, onde está situada a maior parte das caves de Champagne. Chegando na estação, logo pegamos um taxi e em 10 minutos estávamos na Place des Droits de l’Homme, um bairro afastado do centro onde fica a sede da VEUVE CLICQUOT, um dos champagnes mais famosos do mundo! Aiiiii que chiqueza…foi muita emoção! 😀

Com tijolos aparentes e vitrines pós-modernas, a mansão de dois andares impressiona, mas o fato é que da calçada não se vê muito do que acontece atrás dos altos muros e dos portões de ferro que dão acesso a uma propriedade de 5 quilômetros quadrados. A verdadeira riqueza do lugar, no entanto, reside 18 metros abaixo da terra, onde ficam as chamadas crayères. O nome designa um labirinto de 24 quilômetros de túneis que abrigam, devidamente trancadas em armários com cadeados, garrafas de até 106 anos de idade. Dali saem, por ano, estimados 8 milhões de unidades da tradicional bebida dourada.

tour veuve clicquotveuve clicquotVisita Vinícula Veuve Clicquot

O tour convencional pela VEUVE CLICQUOT começa com informações sobre a região de Champagne e a produção de uvas. Todo o passeio é guiado e você pode optar por guias que falam inglês ou francês.

Visita Veuve Clicquot

O champagne da VEUVE CLICQUOT leva três variedades de uva: a branca Chardonnay, além das tintas Pinot Noir e Pinot Meunier. No inverno, elas recebem uma poda cujo objetivo é limitar a produção — trata-se de uma indústria em que quantidade e qualidade são antônimos. A colheita se dá entre setembro e outubro.

Lá na sede da empresa tem uma pequena plantação que serve de “mostruário” para conhecermos as uvas utilizadas na bebida…

Blog Palpite de Luxoveuve clicquot

Em seguida fomos encaminhadas para uma sala onde a guia nos explicou a história da empresa, como a Madame Clicquot foi inovadora para a sua época e em como a marca ajudou a construir a história dos champagnes.

jardim Veuve ClicquotLustre Veuve ClicquotVeuve Clicquot Lustre

O programa, como era de esperar, encanta apreciadores de vinhos. Mas não só…quem curte boas histórias vai se impressionar com as da empresa familiar que virou uma das mais importantes grifes de luxo do mundo! O negócio foi fundado em 1772 por Philippe Clicquot, mas não se engane pelo sobrenome: quem protagoniza a trama daria as caras somente duas décadas mais tarde. Trata-se, em escala crescente de importância, de seu filho, François, e da mulher dele (aí, sim, a verdadeira estrela), Barbe-Nicole Ponsardin. Recém-casados, os dois apostaram na fabricação de champagne. Acontece que a vida na Europa andava dura na época em que o primeiro carregamento ficou pronto, em 1803. Devido à guerra iniciada por Napoleão Bonaparte, o comércio no continente se complicou. Ruim para os franceses, que acabaram isolados por um embargo econômico, e pior para os que forneciam produtos não considerados de primeira necessidade. Vitimado pela febre tifoide, François morreu dois anos depois. Aos 27 anos e com uma filha de 6, sua viúva (veuve, em francês) tomou as rédeas. Eis que fica para sempre marcado este nome na história do champagne: VEUVE CLICQUOT PONSARDIN!!!

Champanhe veuve clicquot vintage

O nosso tour foi direcionado ao conhecimento e degustação de 4 tipos de champagnes de safras especiais: Veuve Clicquot Vintage Blanc (1990); Veuve Clicquot Vintage Rosé (1990); Veuve Clicquot Vintage Blanc (2004) e Veuve Clicquot Vintage Rosé (2004). Para entendermos a diferença, passamos por uma experiência olfativa para reconhecer os ingredientes utilizados em cada um deles. Muiiito legal!!!

Demonstração de champanheDemonstração Veuve ClicquotHarmonização de champanhe

O ponto alto do passeio é – sem dúvidas – a visita às caves, no subterrâneo gelado, que tem garrafas centenárias ali guardadas. Para quem curte vinho, história ou até química, é superinteressante descobrir a evolução do processo de produção, da fórmula ao estocamento, passando pelos fatos importantes. Construída em 1910 e com 24 quilômetros de extensão, as caves abrigam toda a champanhe produzida, a que esta passando pela fermentação, pela remuage ou mesmo a que esta envelhecendo e ganhando complexidade. Para manter a temperatura e umidade ideal, as caves ficam a 18m de profundidade.

Cave Veuve Clicquot ReimsReims Veuve ClicquotVisitar Veuve Clicquot

Durante um período que varia entre três anos (caso da Brut padrão) e oito anos (Grande Dame), a bebida envelhece num ambiente com temperatura controlada — oscila entre 10 e 12 graus — sob a sede.

Tour cave Veuve ClicquotFabricação de champanhe

Foi a Madame Clicquot quem inventou o “Ridding Rack”, que é o processo de inclinação gradual das garrafas até a vertical e que permitia a eliminação de restos de levedura e sedimentos do vinho em um processo de purificação da bebida. A invenção da viúva Clicquot compunha-se de uma mesa de madeira com buracos circulares nela perfurados, que permitia à garrafa de vinho ser presa de ponta cabeça após centrifugação manual. Todo dia, um ajudante de mestre de adega cuidadosamente sacudia e girava a garrafa, para conduzir os restos de levedura e sedimentos acumulados no gargalo. Uma vez acumulados, a tampa era congelada. Após a retirada das rolhas os sedimentos eram expulsos naturalmente pela expansão dos gases. O vinho purificado era novamente lacrado com rolha, dando origem às borbulhas mais famosas do mundo! Diante do excelente resultado obtido, o champanhe VEUVE CLICQUOT PONSARDIN recebeu o selo de autorização real, dada por Elizabeth II, para comercialização no Reino Unido.

Palpite de Luxoprodução de champanhefabricação de champanhecave champanhefabricação de champagne

 Agora a melhor parte do passeio: DEGUSTAÇÃO DE CHAMPAGNE E QUEIJOS!!!

Gentyyy é tuuudo de bom…hummm…dá água na boca só de lembrar!!! Lá mesmo na cave somos encaminhados para uma sala especial para apreciar as safras vintage Brut e Rosé de 1990 e 2004. Para cada champagne, um queijo específico! Resultado? Combinação de sabores dos deuses, uma experiência única!!!

degustação Veuve ClicquotTour Veuve Clicquot Tour Veuve ClicquotDegustação Veuve ClicquotBlog Palpite de LuxoReims Veuve ClicquotViagem Veuve ClicquotVintage Veuve ClicquotBlog Palpite de Luxo

Finalizamos o passeio na loja da VEUVE CLICQUOT…eitaaa maravilha…kkkkk…ali você encontra todos os champagnes da marca, além de acessórios fofíssimos!

Blog Palpite de LuxoBlog Palpite de LuxoChampanhe Veuve Clicquot

É claro que voltamos pra casa cheias de presentes, amamos nossas comprytchas!!!

Blog de moda em Campo GrandeBlog de moda em Mato Grosso do Sul

Aiii que saudade desse passeio, foi maravilhoso, inesquecível! Indicamos para todos que estiverem de viagem marcada para Paris, para tirar 1 diazinho e ir até Reims conhecer a sede da VEUVE CLICQUOT. Vale muito a pena!!!

😉

Visita cave Veuve Clicquot – como agendar:

As visitas convencionais à cave Veuve Clicquot devem ser agendadas pelo email [email protected] ou através de contato telefônico: 33 (0) 3-26-89-5390 (tira-se o 33 e usa-se o zero entre parênteses para ligações dentro da França, já para ligar do Brasil não se usa o zero). Os passeios normalmente acontecem de terça a sábado, pela manhã e pela tarde. Importante ressaltar que as visitas em 2013 encerrarão no dia 30 de novembro!

Visite o site: www.veuve-clicquot.com

Bisous Bisous,

Carmen e Raquel



Comentários (7)

  1. Amanda Romeu disse:

    Olá meninas ,me ajudem a agendar uma visita na Veuve Clicquot.por favor,não estou conseguindo.!!!!

  2. Olá Raquel,
    Fui com meu marido fazer essa mesma tour em maio de 2014. Estou pesquisando seu blog para um trabalho na faculdade de gastronomia e a sua explicação de tudo é a melhor que encontrei para a minha experiência. Muito obrigada! Mas queria acrescentar a todos que, dessa vez, passei 18 dias na Europa e fiz alguns programas maravilhosos, mas o meu ponto alto foi essa tour! Tudo muito chic, muito bem montado, muito bem explicado, com paixão, com amor, com dedicação. Um “passeio” que todos os admiradores de um bom champagne DEVE ir, mas também qualquer visitante realmente interessado em cultura!

  3. Rafaela disse:

    Carmen e Raquel,
    Adorei o post, muito legal e elucidativo. Mas me gerou uma dúvida, posso fazer só a parte de degustação do champagne? (sem o tour de produção). Parabéns e obrigada. 🙂

    • O tour é bem pequeno, é coisa rápido, ai vc vai para a degustação. Sem conhecer o antes, fica sem sentido a degustação. Bjnhsss Raquel

      • Claudia Diogo disse:

        Quanto tempo dura o tour? Queria me programar para o horário do trem de volta. Tem Taxi fácil na saída pro centro de Reims? Obrigada!

        • Oie
          Na saída da estação tem os taxis, super fácil. Os taxis e tudo para em Reims na hora do almoço. O tour depende de qual vc escolher pra saber quanto tempo dura. É só mandar um email para a vinicola que eles mesmos informar. Bjnhs Raquel


Deixe um comentário

Campos com (*) são de caráter obrigatórios


Voltar ao topo